691/2018: Requer a concessão de Medalha Pedro Ernesto Benedito Berlamino de Siqueira

REQUERIMENTO Nº 691/2018
EMENTA:REQUER A CONCESSÃO DE MEDALHAS DE MÉRITO PEDRO ERNESTO A BENEDITO BERLARMINO DE SIQUEIRA.
Autor(es): VEREADOR DAVID MIRANDA

Requeiro à Mesa Diretora, na forma regimental, a concessão do conjunto de Medalhas de Mérito Pedro Ernesto a Benedito Berlarmino de Siqueira, que é um dos homens mais respeitados do Porto do Rio de Janeiro e, possivelmente, deve ser o portuário mais velho do mundo que em vida contribui com sua categoria e com o sindicato que representa.

Plenário Teotônio Villela, 26 de abril de 2018.

Vereador DAVID MIRANDA
PSOL

Com o apoio dos Senhores
VEREADOR ALEXANDRE ISQUIERDO, VEREADOR BABÁ, VEREADOR CARLO CAIADO, VEREADOR DR. JAIRINHO, VEREADOR FERNANDO WILLIAM, VEREADOR JUNIOR DA LUCINHA, VEREADOR LEONEL BRIZOLA, VEREADOR OTONI DE PAULA, VEREADOR PAULO PINHEIRO, VEREADOR PROF. CÉLIO LUPPARELLI, VEREADOR RAFAEL ALOISIO FREITAS, VEREADOR REIMONT, VEREADOR RENATO CINCO, VEREADOR TARCÍSIO MOTTA, VEREADOR WELINGTON DIAS, VEREADORA LUCIANA NOVAES, VEREADORA TERESA BERGHER<br

Justificativa
Nascido em 14 de abril de 1924 em Afogados da Ingazeira (Pernambuco), veio com apenas dez anos para o Rio de Janeiro para tentar a sorte na então capital da República. Havia uma promessa de encontrar com parentes na sua chegada, mas tal encontro não ocorreu. Sem ter o que fazer no imediato, buscou refugio nas margens do Porto no bairro da Saúde. Nesse lugar, foi adotado por um casal de pequenos comerciantes portugueses. Ali passou a trabalhar em sua mercearia costurando sacos de arroz, batatas, feijões e fazendo a função de ajudante imediato do casal comerciante. Em 1952, iniciou sua trajetória no sindicato. Através de Leonardo Cruz, ex-presidente do sindicato, se associou à Resistência. Trabalhou no moinho Fluminense, nos trapiches da região da Saúde, Gamboa e Santo Cristo. Além disso, trabalhou na Piedade e doze anos no SENAI. Paralelamente, foi diretor do sindicato, presidente da federação dos arrumadores do Rio de Janeiro e conselheiro de inúmeras gestões da Resistência. Aposentado, Benedito foi integrante pioneiro na fundação da associação dos aposentados arrumadores do Porto. Defensor dos aposentados foi a Brasília uma dezena de vezes para resguardar os direitos da categoria no período da constituição da Carta Magna de 1988. Foi diretor social dessa associação e presidente da mesma no início dos anos 90. Nessa condição, ajudou e acompanhou de perto o amigo Aniceto no final de sua vida. Hoje com 94 anos, Benedito Berlarmino de Siqueira é um dos homens mais respeitados do Porto e, possivelmente, deve ser o arrumador portuário mais velho do mundo que em vida contribui com sua categoria. Na oportunidade da inauguração da nova sede do sindicato no ano passado, Benedito foi saudado pelo presidente Luiz Roberto (Mirabel) e falou um pouco de sua trajetória com os arrumadores portuários, sindicalistas, familiares e convidados presentes. Um momento singular que brindou a tradição do Sind Resistência RJ em sua nova casa.
</br