369/2017: Moção de solidariedade aos garis da Comlurb demitidos depois das greves de 2014 e 2015

Autor(es): VEREADOR DAVID MIRANDA

Requeiro à Mesa Diretora, na forma regimental desta Casa de Leis, MOÇÃO DE SOLIDARIEDADE aos GARIS DA COMLURB DEMITIDOS DEPOIS DAS GREVES DE 2014 E 2015.

As referidas greves elevaram o salário dos garis da cidade, mas a Prefeitura de Eduardo Paes não respeitou o acordo, firmado ao fim da greve, de não perseguir os líderes e participantes das paralisações.

Apenas no mês seguinte à greve de março de 2015, 70 garis foram demitidos, segundo dossiê do Círculo Laranja, coletivo formado por alguns desses garis demitidos. O Sindicato dos Empregados de Empresas de Asseio e Conservação RJ não é transparente nas informações e, por isso, é ignorado o número preciso de quantos servidores foram demitidos desde então. De toda forma, é evidente que houve uma campanha de perseguição aos trabalhadores, especialmente, através de transferências inopinadas.

A homenagem, ora prestada, é o reconhecimento a esta categoria conceituada. Necessário, portanto, se faz o apoio às reivindicações desejadas por esses profissionais.
Aos garis demitidos da COMLURB, a nossa solidariedade.

Plenário Teotônio Villela, 28 de março de 2017.