David Miranda: “a maior apreensão de drogas e armas está na Barra da Tijuca, não no Jacarezinho”

10 maio 2021, 10:29 Tempo de leitura: 1 minuto, 19 segundos
David Miranda: “a maior apreensão de drogas e armas está na Barra da Tijuca, não no Jacarezinho”
Redação (Brasil 247)

O deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) participou nesta sexta-feira (7) do programa Giro das 11, exibido na TV 247, e defendeu políticas de segurança pública no estado do Rio de Janeiro “inteligentes”, que de fato combatam o crime organizado. O parlamentar também classificou a chacina contra 24 moradores da comunidade do Jacarezinho (RJ)  e um policial militar como um “massacre” e revelou que “as maiores apreensões de drogas no Rio de Janeiro estão na Barra da Tijuca, não no Jacarezinho”. 

Miranda nasceu e foi criado na favela e sua mãe, Eliane, ainda mora lá com os irmãos do parlamentar. 

Ele explicou que, quando um policial é baleado, como ocorreu com o agente da Polícia Civil André Leonardo de Mello, morto após troca de tiros na comunidade do Jacarezinho, “eles vêm pra cima com tudo”, referindo-se à repressão contra a população periférica.  

“24 quatro pessoas foram mortas, dois policiais feridos e um outro morto. A população está aterrorizada, sem saber se pode trabalhar, pegar uma condução, e tomar um tiro de uma operação”, acrescentou. 

Miranda ainda defendeu como saída ao extermínio da população preta e periférica políticas públicas de inclusão, ao invés de balas. “Se o estado tivesse algum comprometimento com essas comunidades, estaria sim investindo em educação, cultura e esporte. Ai sim esse, essa jovem, teria condição de procurar seu primeiro trabalho. Essa política que a favela precisa, não a do genocídio”.