[jornal do brasl] Câmara do Rio cobre-se das cores do arco-íris contra a LGBTfobia

08 de junho de 2018 16h26

Coluna da Hildegard Angel

Pela primeira vez, a Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro cobre-se das cores do arco-íris. Nas luzes da fachada e em fitas coloridas no plenário, onde até a Tribuna Marielle Franco foi coberta com a bandeira do arco-íris do movimento gay. Tratava-se da celebração do Dia Internacional Contra a LGBTfobia. A iniciativa, como contei aqui outro dia, foi do vereador David Miranda (em foto abaixo com a viúva de Marielle, à direita). E, se era para homenagear a comunidade LGBT, tinha que ter produção no capricho. A magnífica Jane di Castro cantou o Hino Nacional e ganhou a medalha Chiquinha Gonzaga. Depois teve festão com DJ, porque, vocês sabem, a palavra gay quer dizer alegre, divertido, tudo a ver. As fotos estão aí, pra vocês curtirem, pois, se é para os LGBT ocuparem os espaços de poder e cultura do Rio, nesta sua semana, têm que ocupar este espaço também.

Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro cobre-se das cores do arco-íris