[ UOL ] ANGELA DAVIS E EDWARD SNOWDEN ASSINAM MANIFESTO PEDINDO JUSTIÇA AO CASO MARIELLE

03 de abril de 2018 14h45

Divulgação / PSOL

Um manifesto publicado na tarde desta quinta-feira (22) pede uma investigação independente para encontrar os responsáveis pelo assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Pedro Gomes. O manifesto é assinado por mais de 50 nomes de peso da política e cultura no mundo, entre eles a ativista Angela Davis, a atriz Pamela Anderson, a escritora Chimamanda Adichie, o filósofo Slavoj Zizek e o ex-analista Edward Snowden.

“O ativismo de Marielle fez com que ela ganhasse muitos inimigos poderosos. Ela desafiou veementemente a impunidade que cerca as execuções extrajudiciais de jovens negros pelas forças de segurança e, dois dias antes de sua execução, denunciou o papel da polícia no assassinato de jovens negros”, diz o texto, também assinado por políticos brasileiros ligados ao PSOL, como Luciana Genro, Marcelo Freixo e David Miranda, além de outros brasileiros como Wagner Moura, Caetano Veloso e Celso Amorim.

Disponível no site www.justiceformarielle.com em inglês, espanhol e português, o manifesto foi também publicado pelo jornal britânico “The Guardian”.Além de denunciar o crime, o texto exige a criação de uma comissão independente, composta por especialistas brasileiros e estrangeiros que sejam comprometidos com os direitos humanos para investigar o caso.

Marielle e Anderson foram assassinados a tiros no Rio de Janeiro no dia 14 de março, logo após deixarem uma reunião de jovens ativistas negros.

“CRIA DA MARÉ”, VEREADORA USAVA MANDATO PARA DENUNCIAR VIOLÊNCIA