[Correio do Brasil] FNDC promove ato público pela democracia na comunicação

23 de outubro de 2017 14h08

Original de Correio do Brasil – 19/10/2017

Um cartaz com o símbolo da TV Globo foi queimado, numa performance simbólica contra o monopólio da comunicação. O ato ocorreu na Cinelândia, Centro do Rio.
Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro
Militantes dos movimentos FaleRio/Frente Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC-RJ), com o apoio de entidades da Frente Brasil Popular (FBP), realizaram ato público na Cinelândia, Centro do Rio, na noite passada. Sob o lema Democratizar a Comunicação para Democratizar o Brasil, o protesto reuniu uma centena de ativistas de entidades e coletivos; parlamentares e cidadãos. As mensagens passadas foram diretas e simples; sobre os temas da luta por Liberdade de Expressão.

A jornalista Beth Costa usou da palavra durante o protesto pela democratização da comunicação no Brasil
Durante o ato público, foram distribuídos cerca de mil panfletos e mensagens aos transeuntes, que deixavam os escritórios a caminho de casa, no início da noite. Temas como apoio às mídias populares e alternativas, combate ao monopólio da Rede Globo; regulação da mídia, luta contra a censura; internet com banda larga para todos e com privacidade, liberdade e neutralidade; manipulação da informação, e campanha Calar, Jamais! foram o foco das principais falas.

Representantes da CUT, FBP, PCdoB, PT, PCdoB, PSOL, Intervozes, Barão de Itararé; FENAJ/FNDC, ARPUB/FaleRio, SENGE, FBP Zona Oeste e Zona Sul; TransRevoluçao, e do ex-Conselho Curador da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC); além da ex-Ministra da Cultura, Ana de Hollanda, do Deputado Gilberto Palmares (PT), e dos Vereadores David Miranda (PSOL) e Reimont (PT) fizeram uso da palavra.

Atividade vitoriosa
Integrantes do coletivo ‘Volta, Dilma!’, por sua vez, compartilharam o microfone com os organizadores do ato público. Outras instituições estiveram presentes, como a TVT/Criar Brasil, Sindicato dos Jornalistas do Rio; UMP, Instituto TeleCom, entre outras. Músicos e atores dos coletivos CultiMídia e Tropa de Palhaços de Quinta, coordenado pelo ator Paulo Pizarro, animaram a atividade com esquetes teatrais, músicas e poesias.

Um cartaz com o símbolo da TV Globo foi queimado, numa performance simbólica. Ao final, um grupo permaneceu nas escadarias da Câmara Municipal, para assistir à projeção de vídeos sobre a luta pela Democratização da Comunicação; com seleção feita por Ricardo Porto (Imagem Melódica).

— Foi mais uma atividade vitoriosa da Semana Nacional pela Democratização da Comunicação — afirmou Orlando Guilhon, um dos coordenadores do ato.